Confira os vencedores do Prêmio!

No dia 19 de junho, os integrantes do Comitê de Seleção do Prêmio Crianças Mais Saudáveis se reuniram na sede da Fundação Nestlé Brasil para eleger os vencedores do ano de 2018.

Nos próximos meses, os professores selecionados passarão para uma capacitação e contarão com o aporte de R$35.000 da Fundação Nestlé para viabilização do seu projeto.

A Fundação agradece a participação de todos os educadores que submeteram seus trabalhos. São educadores como vocês que fazem a diferença na vida dos alunos!

São Paulo

Projeto Comer, correr e saltar, é só começar

Rosalina de Lázaro
E.E. José dos Santos | Aspásia

Jogos de corrida, saltos e arremessos, além de preparação de alimentos em sala de aula. Através das atividades do currículo escolar, o projeto visa reforçar informações sobre hábitos saudáveis de alimentação e atividades físicas.

Brincadeiras Brasileiras

Patrícia de Oliveira Cardoso
E.M. Prof. Edemir Antonio Digiampietri | Sorocaba

Resgate de brincadeiras tradicionais dos povos indígenas, europeus e africanos e confecção dos próprios brinquedos com materiais recicláveis como garrafas PET e CDs usados. O projeto incentiva, principalmente, o comportamento “Brinque Ativamente”.

Horta em Movimento

Mário Luiz da Silva
EMEF Profº Euclides Ferreira | Caraguatatuba

Criar um sistema que transforme a energia gerada a partir das atividades físicas humanas em energia elétrica, para aproveitamento no sistema eletrônico de irrigação por gotejamento da horta escolar.

Melhor escolha na escola melhor, alimentação e recreação

Tânia Cristina Silva
EMEF Prof. Amaury Pacheco | Marília

Cuidados com o refeitório, implementação de horta nos espaços da escola e preparação de alimentos na cozinha experimental, além de cartazes informativos dos cardápios e outros temas.

Pratos Limpos

Elis Regina Camargo Correa Lopes dos Santos
EMEF Professora Leonor Bicudo Vizenzzotto | Botucatu

Preparo de alimentos saudáveis na cozinha da escola, fazendo o estudo do gênero receitas, utilizando conceitos matemáticos e conhecimentos nutricionais adquiridos nas aulas de ciências.

Bahia

Comer bem faz bem, viver melhor é bom D+

Cristiano Lima dos Santos
Iromar Silva Nogueira | São Francisco do Conde

Proporcionar momentos de prazer e aprendizado por meio da literatura infantil que aborda hábitos saudáveis, resgatando atividades como teatro de fantoches, brincadeiras antigas e cineminha, além de implantação de horta escolar.

Projeto Vida Saudável Sem Barreiras

Maria Sandra Santos Leone
Escola Municipal de Iguape | Ilhéus

Democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte educacional para os alunos e comunidade do entorno.

Alimentação Saudável: uma história a ser contada

Carla Julita Duarte Pinto
Colégio Estadual Césare Casali | Salvador

Projeto interdisciplinar que envolve produção textual, encenação e contação de histórias, além de atividades físicas, criação de horta e espaço de compostagem.

Comer bem faz bem

Maria Aparecida Ferreira da Conceição
Escola Municipal D. Pedro II | Cafarnaum

Estimular hábitos de alimentação saudável a partir da inserção de alimentos que valorizam a cultura regional, além de atividades e brincadeiras que envolvam música e movimento.

Você é o que você come ou consome?

Gabriele Santos Carvalho
Escola Municipal Castro Alves | Botuporã

Conscientizar os estudantes para a reeducação alimentar e adoção de hábitos saudáveis, por meio de diversas ações e pelo Dia “D” do esporte, que contempla jogos no ginásio de esportes da cidade.